"O Hormônios Femininos nasceu durante as várias conversas via msn entre as amigas Penélope e Charmosa."

Penélope: 33 anos, carioca, leonina, nascida em 20/08
 
Adora: amigos, champagne, rosas vermelhas, se divertir, beijar, abraçar... , tomar sol, mar, viajar, sonhar e realizar !!! Enfim Viver intensamente !
 
Detesta: Ficar esperando, falsidade, inveja, licor, gente grude, mal hálito, acordar cedo.

Charmosa: 34 anos, paulistana, taurina, nascida em 18/05

Adora: Escrever, ler, rosas vermelhas, a Lua, tomar chuva, beijo na boca, abraço de "urso", dormir, banho de mar, borboletas, morango com chantilly, fazer amigos...
Detesta: Lugares lotados, fila de banco, comida fria, a cor verde, mentira, falsidade, inveja...

 
Quer participar?

Tem uma história pra contar, uma sugestão pra nos dar ou até mesmo uma crítica? Mande-nos um e-mail.
 
penelopeecharmosa@gmail.com


Histórico:

- 02/07/2006 a 08/07/2006
- 09/10/2005 a 15/10/2005
- 02/10/2005 a 08/10/2005
- 25/09/2005 a 01/10/2005
- 18/09/2005 a 24/09/2005
- 11/09/2005 a 17/09/2005
- 04/09/2005 a 10/09/2005
- 28/08/2005 a 03/09/2005
- 21/08/2005 a 27/08/2005
- 14/08/2005 a 20/08/2005
- 31/07/2005 a 06/08/2005
- 24/07/2005 a 30/07/2005
- 17/07/2005 a 23/07/2005
- 10/07/2005 a 16/07/2005
- 03/07/2005 a 09/07/2005
- 26/06/2005 a 02/07/2005
- 19/06/2005 a 25/06/2005
- 12/06/2005 a 18/06/2005

Ta rolando:

Rita Lee - Chega Mais




Os preferidos de Penelope e Charmosa:

- UOL - O melhor conteúdo
- BOL - E-mail grátis
- Anjinha de 30
- Aguia Noturna
- Anjo Sensual
- Alma Espanhola
- Anima di Femmina
- Alma Transparente
- Conversa de Mulheres
- Extensão de Pensamentos


Votação:

- Se quiser votar, seu voto será bem-vindo

Se você gostou, indique o Hôrminios Femininos aos amigos


Contador:

Créditos:

Comunidade Blogueira

Template exclusivo by kessy

Comentários por



Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com


E ai estavam com saudades ? Nós tbm, acabamos cedendo e voltamos com a CORDA toda, com fatos reais e Hilários, onde Tem Penelope e Charmosa, contam MICOS básicos !!! vamos curtir e rir...Pq nessa vida o que temos de melhor é a ALEGRIA !!!! Finalmente uma historinha pra reativar o Hormônios que já estava até com teias de aranha, por conta do desaparecimento das sócias Penélope e Charmosa.... 

 

Se achando...abafando...rs

 

Mais uma da nossa colaboradora Nina...

Dia desses resolveu que precisava entrar em forma, sempre se achando meio fora do peso...e matriculou-se numa academia perto de casa. Empolgadíssima, escolheu pra começar a malhar um conjuntinho super bonito da Nike, e além de super bonito, era também super caro.

Pronto! Roupa nova, matrícula feita, agora era criar coragem e começar as aulas.

Dia seguinte lá vai a Nina, toda perua pra academia. Conjuntinho da Nike, tênis, blusinha amarrada na cintura (viu numa revista que as meninas usam assim) uma verdadeira atleta.

Começou na esteira, depois foi pra bicicleta e aí partiu pra musculação mesmo. O instrutor passou as coordenadas para a seqüência de exercícios e lá está ela, suando, se matando e fazendo tudo direitinho...pensando que cada suor representava um quilo a menos em seu corpitcho lindo...

Estava se sentindo, se olhava no espelho com aqueles pesinhos e já estava visualizando a própria marombeira...gata sarada!!!

E aí, fez várias séries de abaixa-levanta, até suas perninhas não agüentarem mais...

Nina terminou os exercícios e preferiu ir embora logo, e tomar seu banho em casa mesmo. No caminho de volta pra casa, Nina passa por uma avenida super movimentada e achando que já estava super gostosa, resolveu tirar a blusa que estava amarrada na cintura e caminhar com a mega calça de ginástica da Nike. Empinou a bunda e lá foi, toda toda...

E não é que a idéia parecia ter surtido efeito? Nina estava radiante, afinal praticamente todos os carros buzinavam pra ela na rua. E ela era toda sorrisos.

Ufa! Estou abalando! (pensava ela)

E foi assim durante todo o trajeto para sua casa, que dava mais ou menos de 20 a 25 minutos a pé.

Bibiiii pra lá, bibiii pra cá,...

Alguns até gritavam mas ela não conseguia entender o que era, então acho que devia ser GOSTOSAAAAAAAAAAA...

Chegou em casa radiante, foi direto pra sala onde estavam pai, mãe e irmão e toda eufórica, contou toda a sua façanha na academia. Ou melhor, desde os exercícios de musculação, até a sua volta triunfal para casa, onde recebeu várias buzinadas.

E quando virou-se para sair da sala, todos caíram na risada. E seu irmão que não deixa passar nada, falou:

Tem certeza que as buzinadas eram por causa do teu conjuntinho milagroso da Nike???rsrsrs

Sem entender Nina deu as costas e foi direto pro quarto. Qual não foi sua surpresa, quando olhou-se no espelho, e deu aquela checada geral...

Sentiu o rosto enrubescer e também caiu na risada.

Sua calça carrérima da Nike, estava simplesmente rasgada de ponta a ponta na parte traseira. Ou seja, sua bunda estava inteira de fora, por isso as mil e tantas buzinadas pra ela.

E ela ainda achando que estava abafando...rs

Beijos  Penelope e Charmosa



Escrito por By Penelope e Charmosa às 11h09
[] [ ] [ envie esta mensagem ]




A volta do trabalho pra Charmosa sempre rende alguma historinha pra gente colocar aqui, a de hoje também foi contada enquanto ela e uma amiga voltavam do trabalho.

ESSE CÃO NEM LADRA E NEM MORDE!

Naquela manhã Bia ligou toda eufórica ao Rick pra contar a novidade."Amor, comprei um cachorro e ele é tão lindo!. Passa aqui mais tarde porque eu quero te mostrar o Bibo". Não demorou muito e Rick já estava na porta do apartamento da Bia, pronto para conhecer o tal "Bibo".

Bia estava radiante com a idéia de ter um cachorrinho como seu companheiro nos dias em que o Rick não estivesse com ela. Pediu para o Rick sentar no sofá e esperar que ela ia procurar o Bibo. E Bia saiu a procura do cachorrinho, só que não encontrava em lugar nenhum. E era Bibo daqui, Bibo de lá e nada do bicho sequer dar uma latidinha pra ela perceber onde ele estava.

Bia então acho que como ele era muito pequeno, pois era da raça pinscher, do tamanho menor que existe, ele deveria estar enfiado em algum cantinho do apartamento, afinal, ela mora num apartamento razoavelmente grande.

Rick vendo o desespero e a agitação de Bia em não encontrar o cachorro, resolveu que ia ajudá-la a procurar e enquanto ela foi lá pra dentro procurar Bibo, Rick ia dar uma checada pela sala mesmo.

Mas, o que Rick não contava era com o que estava por acontecer. Na hora em que ele se levantou do sofá, sentiu algo estranho e foi verificar. Para sua surpresa, ele tinha encontrado Bibo e quando foi girtar para Bia que tinha achado o cachorrinho dela, percebeu que o pobre cãozinho estava mortinho da silva.

Rick não acreditava no que estava acontecendo. O f.d.p do cachorro resolveu se esconder por entre as almofadas do sofá, e ele sentou em cima do bichinho. Claro, o Bibo era peso pena e o Rick peso elefante, não deu outra; Rick esmagou Bibo com sua "pequena bunda".

Parecia aquela cena do filme "Quem vai ficar com Mary", que o cara tenta reanimar o cachorro da Mary. Rick pegou o Bibo na mão e ele parecia um papel, todo quebradinho. Desesperado, começou a rodar em volta da mesinha de centro com aquele pedaço de papel na mão...ops, com o Bibo na mão e pensando: "A Bia não vai me perdoar, meu Deus me ajuda, eu preciso fazer alguma coisa". E no desespero de causa Rick nem pensou, e atirou o Bibo pela janela.

Bia entra na sala desesperada dizendo que não conseguia achar o Bibo em lugar nenhum e Rick então resolveu agir. Respirou fundo e começou a procurar junto com ela. "Não amorzinho, nós vamos achá-lo, ele deve estar em algum canto deste apartamento".

Bia a essa altura estava em pânico, com o sumiço do seu cachorro e Rick com a maior cara de "que merda eu fui fazer".

Rick teve outra brilhante idéia e falou que estava muito nervoso e que ia na janela fumar. Acendeu um cigarro, depois do primeiro trago solta um grito: "Bia, vem ver isso...olha, acho que é o seu cachorrinho". Bia correu pra janela e se deparou com a terrível cena do Bibo estatelado no chão do prédio (ela mora no segundo andar).

E Rick ainda solta mais uma: "Amor, ele deve ter pulado a janela e como é muito pequeno não resistiu aos ferimentos e morreu".

 

E ela com toda inocência do mundo achou realmente que Bibo tinha dado uma de "Super Cão" e tentado voar.

Desceu até o prédio, pegou o bichinho e pediu a Rick que a ajudasse enterrar o coitadinho.Foram a um terreno próximo da casa de Bia e lá fizeram a cova do Bibo.

Isso aconteceu há mais ou menos uns 3 anos e Rick e Bia estão juntos até hoje. Mas, Bia nunca sequer desconfiou que Rick tinha sentado no Bibo, ela ainda acha que ele era uma cão suicida.

Esse é o segredo que Rick carrega com ele até hoje. Xii...será que a Bia vai ler o Hormônios???

 

Se cuidem hein...e antes de sentar, verifiquem se não tem algo, foi um cachorrinho, imagina se é "outra" coisona..rs

Bom findy

Beijinhos da Penélope & Charmosa



Escrito por By Penelope e Charmosa às 11h38
[] [ ] [ envie esta mensagem ]




História contada para a Penélope por uma de suas "amigas doidas"

 

* Nina tinha acabado de se casar, ainda estavam na fase de dormir com colchão no chão, tudo muito recente.

O Dia dos Namorados estava se aproximando, e como eles não estavam bem de grana ela teve a brilhante idéia de "se dar de presente" ao marido.

Foi a uma papelaria e comprou uma daquelas caixas grandes de presente, bem bonitona e sua idéia era entrar dentro da caixa. Bem, como na loja isso não era possível, Nina ficou um tempão escolhendo a caixa pra que tudo desse certo.

 Chegou o Dia dos Namorados e enquanto seu marido foi trabalhar, ela aproveitou para pôr o plano em prática. Ela mesmo fez as unhas, se depilou, tomou um belo banho, passou creminho de morango no corpo, perfumou-se e foi arrumar o quarto para o clima de romance.

Deixou o quarto todo enfeitado, e como eles não bebem nada de álcool, mas ela queria algo que borbulhasse, comprou Tônica Sweepps, colocou alguns aperitivos e agora faltava a última parte do plano; ela se enfiar dentro da caixa. O problema é que naquele dia fazia em frio de rachar, e ela é super friorenta. Mas tudo bem, tiraria a roupa, tudo em nome do amor...rs

Tirou a roupa e começou a saga pra se enfiar dentro da caixa...precisava achar uma posição que ela ficasse confortável (afinal não era nenhuma contorcionista de circo né?), e foi um entra e sai da caixa por uns 10 minutos, até que finalmente ela se ajeitou.

Um frio do cacete e ela lá dentro da caixa, e nada dele chegar quando ouviu um barulho. Se concentrou, respirou fundo, sorrisinho maroto quando o marido abre a porta do quarto, acende a luz e diz: Nina, que é que você está fazendo aí? Sai dessa caixa...

Como assim?,pensou ela. Saiu com cara de bunda, sorriso maroto a essa altura tinha ido pra casa do chapéu né, toda envergonhada (porque achou que ele não tinha gostado) e quase em prantos, quando a ficha do mane, ops, do marido caiu.

Caraca, estraguei tudo né amor? E ela meio sem jeito, meio puta da vida só balançou a cabeça dizendo que sim. Então, ele pra consertar o estrago pediu para que eles repetissem a cena.

Tá, então lá foi ela de novo pra caixa (a essa altura ela já nem sentia mais o corpo, de tanto frio que estava), fechou, ele saiu, apagou a luz, fechou a porta.

E repetiram toda a cena de novo, só que dessa vez ele entrou no clima. Quando abriu a porta e acendeu a luz, sai a Nina de dentro da caixa, peladinha da Silva, meio rebolativa e tal...claro, ele não resistiu ao charme da Nina e rolou a maior noite de amor entre os dois...

Mas antes rolou o mico básico...

Por isso rapazes, se um dia encontrarem suas digníssimas vestidas de empregadinha, de enfermeira, ou ate mesmo nuas dentro de uma caixa, não pensem que elas ficaram loucas, calem a matraca e partam pro abraço...Porque o que elas estão querendo mesmo é uma transa diferente...rs

Bom final de semana e cuidado com as "Fantasias" rsrsrs

Beijos da Penélope e Charmosa



Escrito por By Penelope e Charmosa às 10h21
[] [ ] [ envie esta mensagem ]




História contada por uma amiga da Charmosa enquanto voltavam do trabalho pra casa!

DIGA COM O QUE ANDAS E EU TE DIREI O QUE TE ACONTECERÁ!

 

Lívia queria muito uma bota nova e insistiu tanto que seu pai acabou dando o dinheiro para ela poder comprar a tal bota nova.

Só que ela chegou na loja e acabou gostando de uma outra bota que tinha por lá, uma mais bonitona, saltos altos, de pelica...um luxo só!

Pronto! Agora sim, ela tinha uma bota nova e como mulher é um bicho cheio das manias estranhas, Lívia saiu da loja calçando a bota e foi direto para o trabalho.

No caminho para o trabalho percebeu que a medida que pisava no chão, sua cabeça doía sem parar, e assim foi até chegar no trabalho. Durante o dia todo aquela dorzinha de cabeça incomodando, mas que se dane, afinal ela tinha uma bota nova!!! Rs

A noite, chegou na faculdade e a dor já estava insuportável e foi então que ela percebeu que o motivo de sua dor de cabeça eram as botas novas que estavam apertando seus pés. Entrou na sala de aula e do jeito que sentou na cadeira não se moveu, até que amigas estranharam seu comportamento e perguntaram o que estava acontecendo.

Lívia explicou que as botas estavam apertando seus pés, mas que na hora do intervalo iria ligar para o pai vir buscá-la. Na hora do intervalo encontrou com o namorado (ao qual Lívia durante seu relato o chamou de "banana"...mas agora ele já é ex) e sentada no banquinho do pátio quase nem podendo se mover explicou o que estava acontecendo.

O "banana" , ops, o namorado, nem pra sugerir a ela que tirasse as botas, já que Lívia estava em transe e já nem pensava mais. E na hora em que ela decidiu ir ligar para seu pai vir buscá-la ou então trazer um "chinelinho", ao invés dele ir ligar, deixou que ela fosse...

O orelhão nem estava tão longe assim, mas Lívia tinha a impressão que ele estava a kilômetros de distância, quanto mais ela caminhava em sua direção, mais ele se afastava. Ela andava a passos de formiga, tamanha era a dor que estava sentindo. E antes mesmo de chegar no orelhão ela apagou.

Caiu dura no chão, desmaiada! E aí sim, o "banana" foi acudi-la. E ligou para o pai dela vir buscá-la. E veio a família toda, de tão preocupados que ficaram.

Lívia acordou mais ou menos assim: "Quem estou, aonde sou" e foram direto para o médico.

O médico muito atencioso fez mil perguntas. O que ela tinha comido durante o dia, se estava tomando algum remédio, e nada. Até que Lívia disse que a única coisa estranha que estava sentindo era aquela dor filha da puta nos pés, por causa dos sapatos apertados.

"Ah, então foi isso que te causou o desmaio" Sapato apertado comprime as veias do cérebro, causando uma pressão sanguínea maior e chega uma hora que a pessoa não agüenta, explicou o médico.

Lívia não teve como não rir, pois jamais imaginaria que um sapato apertado fosse capaz de causar tantos danos.

A bota? Ah sim...ela pegou asco da pobrezinha e nunca mais ela nem chegou perto dela.

O "banana" do namorado? Hoje é ex. Mas não, não foi por causa da bota...rsrsr

A todos um ótimo findy ! Muito LOVE !!!!

Bjs



Escrito por By Penelope e Charmosa às 13h36
[] [ ] [ envie esta mensagem ]




Finalmente um HOMEM coloca cara a tapa aqui (no bom sentindo)... e só poderia ser ele, é um GAÚCHO tri-legal...que nós adoramos... Um Homem nota 10. Raul é quem vai inaugurar o espaço, 1. Leitor Homem a postar no Hormônios Femininos. Vamos a leitura e divirtam-se...Pq é demais!!!!

Barão Vermelho era um cara que gostava de apreciar os eventos que contemplavam a Capital. Dessa vez era o Fórum Social Mundial que ancorava por ali. Barão Vermelho e Leão da Montanha circulavam pelo Parque que abrigava o Acampamento da Juventude em busca de aventuras. E era aventura o que os esperava.

Afora a boa vontade eles não tinham muito a oferecer. Dez reais em dinheiro e um talão de cheques. Cheques nunca são bem vindos em tendas de acampamentos.

Mas esperançosos bateram, de banca em banca, até que alguém viesse a aceitar pagamento de cerveja com cheque. Um tio, por fim aceitou. Depois de muitos "não", aquele homem aceitou. Decerto viu confiança no semblante dos rapazes. Fizeram o cheque e saíram com as seis latas de cerveja numa sacola de supermercado e mais uma na mão.

Voltaram a circular pelo Acampamento, agora mais seguros de si. O Barão defendia uma teoria de que um homem fica mais seguro de si quando segura uma cerveja.

Depois de falar com os tipos mais estranhos, muitos deles de outros países, encontraram um grupo cantando e tocando violão. Pareciam gente boa. Aceitaram os convites de boas vindas do grupo e sentaram-se ali. Bebiam suas cervejas e cantavam enquanto o grupo, aos poucos, se apresentava.

Eram de Uberlândia, Minas Gerais. Estrategicamente sentaram-se ao lado de duas meninas. E elas eram só atenção aos moços da Capital. Ao ritmo das músicas os papos foram fluindo. As gargantas secavam e não mais queriam ser saciadas por cerveja. Elas tinham sede de outras bocas.

Cabe aqui ressaltar que as moças de Uberlândia não tinham sido providas de beleza quando nasceram, e desenvolveram como ninguém, essa ausência de belas formas ao longo dos anos.

Talvez fosse isso que o Barão Vermelho e o Leão da Montanha estavam tentando burlar com voluptuosos goles de cerveja – já quente, a essa altura – sem que fossem punidos pela consciência.

Traídos pelo terrível efeito da cerveja quente em alta taxa de consumo, se viram aos beijos com a Cuca e a Feiticeira (no pior sentido que possa ter). Elas eram carentes de beijos assim como as suas gargantas sedentas que não queriam mais cerveja. Os olhares maliciosos insinuavam para o objetivo que tinham em comum: o sexo.

Eram quatro corpos ardentes prestes a se tocar. A Cuca quase engolia a cabeça do Barão quando ele resolveu ver o que se passava com o comparsa. Já não estava mais ali. A Feiticeira o convidara a conhecer as dependências de sua singela barraca. E ele foi.

  • Precisamos de uma barraca! – disse a Cuca
  • Mas e a tua? – indagou Barão.
  • Na minha tem gente.
  • Pois eu tenho uma no carro. – resolveu ele.

Foram ao carro, buscaram a barraca e a montaram. E ali adentraram. Barão sentia que não podia mais voltar. Mesmo que tivesse visto a Cuca na luz e confirmado que era, realmente, assustadora. Os dois despiram-se. Barão tentava não olhar, mas era como se forças malígnas atraíssem sua visão. A situação era desesperadora para ele. Seu corpo chegava a ser franzino perto do dela, e isso que ele não era magrinho não.

O telefone dele tocou. Foi como uma sirene, um toque de recolher, um acordar repentino em meio a um pesadelo. Aquela era a noite do seu pesadelo!

Ele afastou-se, arrependido. Não era mais hora de se arrepender. Ela olhava dentro dos olhos. Queria ser saciada a todo custo. Ergueu-se e o puxou de volta. Ele tentava resistir. Ele só queria atender ao telefone e sair dali.

  • É a tua namorada! – gritou ela.
  • Não. É o meu amigo.
  • É a tua namoraaaaaaada! – insistiu.
  • É o meu amigo, já disse!
  • Você não vai sair daqui sem terminar o que você começou.
  • Sem chance!
  • O quê?
  • Vou embora.
  • Ah não vai mesmo! – e voou sobre ele.
  • Deixa eu sair.
  • Você não vai sair!

Ela era bem mais forte que ele, mas num movimento repentino conseguiu se livrar das garras da bruxa assustadora e saiu da barraca. De cueca. Ela nua, de dentro da barraca, o prometia:

  • Eu vou te matar!
  • Louca!
  • Vem cá que eu vou te matar!
  • Logo apareceram o Leão da Montanha e a outra bruxa, porém mansa.
  • Por que tu tá de cueca aqui fora?

Ela é louca!E assim seguiram discutindo. E o Barão ali, de cueca. Só pensava, agora, em recuperar suas calças, a carteira e o telefone que tinham ficado dentro da barraca. A Bruxa Feiticeira tentou acalmar a Cuca louca da vida, que não acreditava na frustração que passara. Noutro movimento repentino, Barão lançou o braço pra dentro da então caverna da Cuca e agarrou seus pertences, entre eles a calça que lhe daria um pouco mais de respeito. Leão da Montanha e Barão Vermelho foram, enfim, embora. Deixaram pra trás uma barraca e uma Cuca frustrada. A partir de então, Barão pensou muito antes de levar uma mulher para as dependências de sua nova barraca.



Escrito por By Penelope e Charmosa às 13h27
[] [ ] [ envie esta mensagem ]




As rapidinhas da Penélope e Charmosa...

Amor, prepare-se porque hoje vou te levar a um Motel com piscina. Vamos nos divertir.

Horas mais tarde no Motel...a moça me aparece de biquíni pra usar a piscina. O cara quase teve um piti...é mole ou quer mais??? (história revelada a Charmosa há muito tempo)

Penélope ama supermercados e parte de suas rapidinhas sempre acontecem dentro de um...

E ela lá, linda e faceira de pretinho básico e tamancos (só ela mesma, vai perua até no supermercado), esqueceu que estava vestida assim, abaixou no balcão frigorífico pra pegar lingüiça (no bom sentido...rs) e eis que de repente dois maridos babões com suas esposas putas da vida olhando pra ela...Também pudera né? Penélope na hora de abaixar deixou a mostra nada menos que sua bunda. Rsrs

Charmosa é distraída pra caramba e ao contrário de mim, suas rapidinhas acontecem mais dentro de ônibus. E lá estava ela, sentadinha, indo trabalhar quando encosta um moça em pé perto dela. Ônibus lotado, a moça barriguda, Charmosa não pensou duas vezes: "Pode sentar moça, eu vou em pé mesmo. Afinal, grávidas tem a preferência." E a moça prontamente responde: "Mas eu não estou grávida". Preciso dizer mais alguma coisa???rsrs

Já que é pra detonar, vamos lá...Penélope dormindo em plena 3 da madruga quando o celular dela toca. Do outro lado a voz de um amigo dela e ela toda derretida engrenou na conversa (Achando q fosse o seu casinho) e a conversa vai ficando mais "hot" e tal... De repente Penélope conta uma coisa pro cara e ele diz: "Ué, mas eu não estava sabendo disso não". E a Pê: "Tava sim, te falei hoje a tarde". E rapidamente olha no visor do celular. Caiu a ficha, ela confundiu a voz e desligou o telefone. O amigo retornou a ligação e ela cara de pau do jeito que é disse que estava sonhando. Depois a distraída sou eu...rsrs

Voltando a falar em ônibus, mais uma rapidinha da Charmosa. Estava voltando do trabalho,num sábado, cansada pra caramba (isso ela que contou...rs) e acabou pegando no sono dentro do ônibus. O problema é que quando ela dorme, ela apaga, tipo esquece até onde está, e pior, chega a sonhar. Ela sonhando que estava num parque de diversões, quando o ônibus fez uma curva brusca e ela no susto achando que ia cair, agarra a perna do homem que tava sentado ao lado dela. O homem arregalou os "zóio" pra ela e vermelha feito os seus cabelos, tirou a mão rapidamente e fingiu que estava dormindo.

Mais um pouco e ela enchia a mão...kkkkkkk

 

Tá, eu assumo que sou distraída mas a Penélope também é. Dia desses ela ia sair com a sister dela, e na casa delas é preciso fechar o portão e passar a corrente com o cadeado (eu plebéia e ela princesa...vai vendo...rs).

Muito bem, a sister tira o carro, a Penélope sai pra fechar o portão (desastrada, quase cai), e num passe de mágica se vê trancada do lado de dentro do portão. Ou seja, ao invés de ficar do lado de fora, ela fecha a porta com ela lá dentro. A sister óbvio, rachou o bico e se eu estivesse lá, teria feito o mesmo...kkkkkkkk

 

Meus queridos, estamos essa semana numa correria danada, mas não queríamos deixar de postar, por isso, escolhemos as rapidinhas. Mas, e vocês? Já deram uma rapidinha? Demorou pra contar pra gente né?

 



Escrito por By Penelope e Charmosa às 13h50
[] [ ] [ envie esta mensagem ]




Da série: Coisas que só acontecem comigo...

Charmosa fala:

Eu sempre soube que namorar alguém sem gostar não dá certo, mas de tanto me dizerem que com o tempo a gente acaba acostumando e tal, resolvi tentar.
Lá pelas tantas de namoro, em meio a beijos e abraços, pedi que ele me levasse a um Drive-In. E por que não num motel? Ah, porquê eu adoro namorar em carros. Sei lá, acho que é fetiche. O lance do carro apertado, o calor dos corpos misturados ao calor infernal que faz dentro de um carro quando o negócio começa a engrenar, eu gosto...rs

E beija daqui, beija de lá, abraços, sussuros, alisa, aperta, nãnãnãnãnã, e mais todo aquele ritual que vocês conhecem, chega a hora do “vamô encará”...do,” Tá com medo por que veio?”

Eu ali, no auge, pronta pra entrar na montanha russa e ter fortes emoções, descubro que não era na montanha russa que eu ia brincar. Como assim? Pois é, a montanha russa estava desligada, e o máximo de emoção que eu iria conseguir, era um passeio no telefério (bem tranqüilo), ou então uma volta no trem fantasma (show de horror). Mas, eu teimosa como sou, não me conformei com aquilo. Afinal, eu fui pra andar de montanha-russa.

E então, iniciei minha saga para fazer a bendita montanha-russa funcionar. Comecei dançando o TCHAN (bota a mão no joelho,dá uma abaixadinha...) e nada...Dancei então o ULA ULA  e nada. Aí resolvi optar por algo mais calmo e dancei o LAGO DOS CISNES. E nem com toda a meiguice da dança, ela funcionou. Num uma luzinha sequer a montanha-russa acendeu.

Fiz biquinho, fiz charme, fiz dengo, fiz manha. Aí, numa tentativa desesperada de não deixar a peteca cair (mais) apelei para as últimas conseqüências. Respiração boca a boca (Oh my good!), massagem cardíaca (massageei pra kct), gritos de: “Ei, que horas vai abrir a montanha-russa?”. E por último e completamente esgotada, descabelada, suada, usei o choque....desfribilador na montanha-russa. Quase provoquei um curto circuito e nada. Desisti. Anotei o horário do óbito e joguei a toalha.

Depois disso, lógico que os outros brinquedos do parque de diversões foram automaticamente se desligando. A roda-gigante, o carroussel, o carrinho de bate-bate...o parque fechou. No caminho de volta pra casa (com os ingressos na mão), ouvi apenas um pedido de desculpas. Ah, mas o que é um peidinho pra quem já está cagada né?

Nunca tinha me acontecido isso, e antes que questionem, foram duas vezes diferentes que isso aconteceu...Eu só queria entender como uma montanha-russa pode parar assim de vez...e depois entendi...
Ele sentiu medo de não corresponder as minhas expectativas por gostar demais de mim...e eu, que não gostava dele, depois disso preferi não insistir num relacionamento.
Realmente, AMOR só pode dar certo, quando as duas partes estão envolvidas, e sexo também.


 ps. Ainda não estamos no estágio da Charmosa  q até descabelada ficou, mas ainda aguardamos  uma história básica. A identidade será mantida em sigilo (caraca isso tá parecendo Linha Direta...rs).

Beijos bom findy



Escrito por By Penelope e Charmosa às 11h35
[] [ ] [ envie esta mensagem ]




O homem polvo! (vc é capaz de livrar-se dele???)

* Penélope pela primeira vez (rs) fala:

Era uma quinta-feira, estava em casa sossegada quando o telefone toca. Era um carinha que tinha conhecido na noite anterior, me convidando pra sair, e levar a amiga que estava comigo quando nos conhecemos pois ele levaria o amigo que estava com ele. Disse que ligava depois e liguei pra minha amiga. Ela claro, topou na hora, afinal ela tinha adorado o carinha. O problema é que eu não tinha gostado muito do "meu par" e não estava a fim de ir.

Minha amiga ajoelhou, rezou, implorou, abanou o rabinho e estava quase latindo pra que eu aceitasse o convite, e como sou boazinha acabei cedendo.

Chegamos no barzinho e ela sentou-se ao lado do carinha e eu do outro e então pensei: "Caracas, agora me lasquei". O papo tava fluindo super bem, bebidinha, tava tudo bacana e chegou a hora de irmos embora, quando mais que depressa o carinha da minha amiga chamou-a pra ir "rapidinho" no carro dele. Ela que a essa altura nem lembrava que eu estava lá, topou na hora. Aí a porca começou a torcer o rabo, afinal eu não estava nem um pouco a fim do cara e ele lá tentando altas investidas e eu me fazendo de morta...rsrs

Foi quando tive a "brilhante" idéia de dizer a ele que precisava telefonar e já fui indo em direção da cabine telefônica. O cara que de bobo não tinha nem o jeito de andar fez o favor de me lembrar que eu tinha celular...báh! Com a cara mais lavada disse a ele que já que estava lá,ia telefonar... E não é que o cara resolve entrar comigo na cabine?

O cara era enorme e me encurralou naquela cabine, me senti dentro de um metrô lotado. E ele de repente se transformou no HOMEM POLVO. Era tanta mão tentando me pegar que nem parecia que ele tinha só duas...e beija narizinho, beija mãozinha, beija bracinho e eu ficando incomodada com a situação, fugindo por onde dava.

Pra quebrar o gelo disse que estava com frio, mas que nada...o POLVO rapidamente tirou a camisa e me deu...

Quem estava do outro lado da rua devia estar pensando que dentro daquela cabine tava um pega pra capar daqueles...

Enquanto ele se transformava em HOMEM POLVO, eu me transformava em MULHER GELÉIA, e escorregava por onde dava pra fugir dele.

Fui salva pela buzina do carro chamando a gente pra ir embora. Nem pensei, fui logo saindo da cabine e entrando no carro com uma cara de pitbull fêmea pra safada da minha amiga que me deixou naquela situação.

Ela claro, estava mais feliz do que banguelo quando ganha dentadura de político e eu doida pra chegar em casa.

Depois disso, minha amiga continuou saindo com o carinha, mas eu não quis nem saber de ver o HOMEM POLVO de novo.

O que não se faz por uma "AMIGA"....



Escrito por By Penelope e Charmosa às 13h50
[] [ ] [ envie esta mensagem ]




*História contada por uma amiga da Charmosa enquanto almoçavam juntas...Claro que como não perdemos viagem, tratamos logo de transformá-la em post!

Casados há quase 15 anos, o jovem casal fez uma viagem de fim de semana em uma fazenda.

No caminho durante a viagem foram conversando sobre o relacionamento deles, de como com o tempo eles acabaram meio que na rotina, sem muitas mudanças e tal...

Chegaram na fazenda no sábado pela manhã, e junto com eles, filhos, primos, primas, tios, tias, sogra, sogro, cachorro, gato e galinha. Enfim, a parentela toda também tinha ido ao passeio.

Claro que, com tanta gente na fazenda, os quartos foram divididos e nem que eles quisessem teriam um quarto só para eles.

Banho juntos nem pensar! A sogra era muito rigorosa e mesmo depois de casados achava aquilo falta de respeito!

O marido que já tinha arquitetado um final de semana daqueles com a esposa já estava ficando paranóico, pensando em como fazer, ou melhor, ficar sem fazer sexo com sua querida.

Na tarde do sábado depois do almoço, convidou a esposa para caminhar pelos arredores da fazenda e diante de tanto mato, não resistiu e "convidou" a esposa a fazerem um amorzinho, daqueles como nos tempos de antigamente...

A esposa ficou com um pouco de medo, mas topou.

E lá foram os dois pra mais pro meio do mato...

Deitaram no chão, e não fizeram amorzinho não, fizeram um sexo selvagem, como nunca tinham feito antes!

A loucura de estar no meio do mato e o perigo de alguém chegar deixou os dois excitadíssimos e mandaram ver...

Bem, depois da tarde sexy que tiveram voltaram para casa com a maior cara de pau e horas depois a esposa começou a sentir dores na barriga. Queixou-se ao marido que respondeu que não devia ser nada, ou melhor, com certeza eram gases...

Foi assim o domingo todo, com a tal dorzinha chata na barriga e nada da esposa conseguir liberar uma bufinha sequer.

Na segunda, a dor permanecia e ela depois de ter tomado laxante, remédio pra liberar gases e nada resolveu ir ao médico.

Ela e o marido foram ao ginecologista e após explicar como era a dor, o médico resolveu examiná-la.

E ao examiná-la, descobriu onde estava o problema. As dores que a esposa estava sentindo nada mais era do que uma folha que havia entrado na bichinha.

Sim, o sexo foi tão selvagem que ela nem percebeu que uma folha adentrou a gruta proibida.

Eles ficaram extremamente envergonhados, pois o médico precisou perguntar como aquilo tinha acontecido.

E como o médico já era um velho conhecido deles não resistiu e ainda fez uma piadinha.

"Olha, sexo selvagem é bom! Mas, da próxima vez tomem mais cuidado, afinal poderia ter sido pior. Imaginem vocês se ao invés da folha um galho tivesse entrado junto???"

E caiu na risada.

Bem, depois do episódio da folha eles ainda voltaram a transar no mato,mas nunca mais deitaram na relva sem antes dar uma examinada no local...rsrsrs

 

 

Essas somos nós (q chinelinho mais meigo né gente..rsrsrs), AINDA na esperança de uma história de vcs nossos queridos, estimados amigos. Vamos...impossível não ter nadicas pra contar. Libera, vc se sentirá melhor, mais LEVE, SOLTO...hehehehe 



Escrito por By Penelope e Charmosa às 11h03
[] [ ] [ envie esta mensagem ]




Um dia recebi um visita em meu blog e fui retribuir! De cara já gostei do que vi e li,

e nunca mais parei de visitar.

E de visita em visita, foi-se criando laços de amizade!!!

Das visitas diárias nos nossos blogs, passamos a nos falar por e-mail, e do e-mail foi um pulo para o messenger.

E no messenger a gente começou a descobrir as afinidades que nos unia.

Viramos amigas virtuais e de lá pra cá (há mais de um ano) nunca mais nos distanciamos!!!

Ah sim, já ia me esquecendo de apresentar a minha grande amiga. Estou falando da Ro, a moça PODEROSA e CARIOCA (morando em São Paulo...rs) que é a dona do blog Sensualidade e Atualidade.

Eu e Ro ao longo desse tempo nos tornamos amigas, parceiras e sócia, pois, o Hormônios Femininos só dá certo porque ela faz parte dele!!!

Confidenciamos segredos, fazemos fofocas (quem não faz né??? Mas, abafa...rs), rimos, choramos, brincamos, desestressamos juntas!

Confio tanto na Ro que até minha senha pessoal do blog ela tem. Privilégio de poucos e ela sabe disso!

Ela é divertida, bem humorada, inteligente, escreve que é uma beleza, e amiga acima de tudo.

Nos conhecemos tanto que apenas uma "teclada" e já sei se há algo errado com ela, e vice-versa.

Temos liberdade pra brigar uma com a outra, repreender se for preciso e sem causar neuras na amizade, isso que é bacana entre nós!

Hoje é um dia especial na vida da minha amiga, é o seu aniversário!

Dia 20 de agosto foi a data que Deus escolheu para mandar pra Terra um presente especial em forma de gente...

Então uso aqui o nosso espaço pra te dizer amiga:

Você sem sombra de dúvidas foi um presente em minha vida!!!

E com certeza na vida de muitas pessoas!!!

Feliz Aniversário!

Amo vc amiga,

Beijos

Butter Charmosa

 

 



Escrito por By Penelope e Charmosa às 14h05
[] [ ] [ envie esta mensagem ]




Mais uma da série: "Essas coisas só acontecem comigo"...

Charmosa fala:

Logo que entrei aqui na empresa que trabalho, eu era de um outro departamento, tinha uma sala só minha, só que alocado em um departamento diferente do que eu era...(nossa, que confusão, entenderam???Rs)

Então, eu dividia o espaço com mais 4 pessoas, entre elas um Japa muito engraçado.

Ele era uma figura, a começar pelo seu jeito físico. Super baixinho (perto de mim, era uma criança), muito sorridente, e falava pelos cotovelos.

Eu, novata de empresa, ainda aprendendo o serviço e com vergonha, pouco falava. E ele tinha sido escalado pra me ajudar com as informações que eu precisaria, pois nossos departamentos eram ligados!!!

Passávamos praticamente o dia todo juntos, e mesmo falando pouco (raro isso acontecer), eu me divertia com ele e seu jeitão todo irreverente para um Japa.

Afinal, Japas costumam ser super sérios né?

Certo dia, estou eu na minha sala concentrada no trabalho, e lá que surge meu amigo Japa.

Parou em pé em frente a minha mesa e começou a falar, falar, falar, sem parar. Não, o assunto nada tinha a ver com trabalho. Era apenas um falatório dos "causos" que ele vivia me contando.

E enquanto o Japa falava, ele ficava com a mão na boca, meio que cutucando os dentes sabe? Ah, lembrei...ele cutucava os dentes de cima, com um clipes...

E de repente, numa das cutucadas, eis que a sua dentadura pula da boca e cai direto em meu colo.

Eu, que não esperava a tal situação levantei-me rápido da cadeira de rodinhas deixando a dita cuja da dentadura cair no chão.

Não satisfeita (sem querer lógico), ainda ao me descolar pisei na dita cuja e ouvi um barulhinho estranho.

Olhei embaixo da mesa e pra minha decepção a dentadura agora era apenas um monte de dentinhos soltos...

Vermelha igual um pimentão, levantei e ele já estava ao meu lado olhando para sua ex-dentadura.

Sem saber o que fazer apenas falei: "E agora?"

E ele com o mesmo jeitão de sempre abriu um sorriso e respondeu: "Agora eu vou mandar fazer outra ué, a culpa foi minha".

Aí não agüentei e caí na risada, porque ele já era engraçado com dentes, imaginem vocês como ele ficou sorrindo pra mim e banguela...rs

Ele passou o dia todo banguela, e no outro dia já estava com uma nova dentadura. Quero dizer, nova não...velha, pois era a antiga dentadura que ele tinha aposentado.

Charmosa e eu ainda aguardamos sua história, será q devemos sentar... ?!?! rs.  

Beijos !

 



Escrito por By Penelope e Charmosa às 13h53
[] [ ] [ envie esta mensagem ]




O INESPERADO SEMPRE VAI ACONTECER...AH VAI!!!RS

Era uma tarde deliciosa, estavam todos reunidos à mesa de um bar tomando uma cervejinha gelada e jogando conversa fora.

*Sabrina (sim, ela mesma...aquela da outra história...rs) com seu love, estava tudo bom demais pra ser verdade. Estava tão eufórica que achava estar vendo até borboletas...

Em determinado momento começou a ficar incomodada, pois, estava com vontade de ir ao banheiro. Mas, estava tudo tão bom que resolveu tentar se distrair...e nisso, as horas foram passando. Só não passou mesmo a sua vontade de fazer xixi!!!

Os amigos começaram a perceber que ela nem se mexia mais, até pra sorrir tava difícil. Dava aquele sorrisinho de canto de boca enquanto tentava a todo custo segurar a "periquita". Sabem aquelas "travadas de periquita" que a gente dá quando não agüenta mais? Então, *Sabrina lutava em vão pra segurar seu xixi. Até que não suportando mais, pois nem respirar mais forte podia, disse que precisava a todo custo usar o banheiro. Mas, como nem tudo são flores, aquela hora já não tinha mais nenhum banheiro aberto. Eles estavam tipo num "shoppinho" (leia-se shopping pequenininho...hehehehe) e todos os bares tinham fechado.

Sugeriram a ela que delicadamente "mijasse" num potinho,mas *Sabrina era "patty" demais para fazer isso...

Até que ela avistou um segurança. Ela e seu love saíram correndo em direção dele (correndo numas né, porque a pobre nem conseguia andar direito), e perguntaram onde tinha um banheiro que ela pudesse usar.

Só que o único banheiro disponível era um masculino. Seu love entrou antes, deu uma verificada no lugar e voltou com cara de bunda, dizendo que *Sabrina jamais entraria lá, porque era meio nojento. Mas, a vontade era tanta que ela topou. (desespero de causa)

Agora além de segurar a "periquita", teria que segurar a respiração também...rs

E pra sua surpresa, não é que o love queria vê-la fazer xixi??? *Como assim???????? Tentou fechar a porta, mas óbvio que o banheiro nem tranca tinha. Então imaginem a cena,...com uma mão segura a porta,com a outra abaixa a calcinha e ainda por cima se equilibra pra fazer xixi meio de cócoras...

Agora ainda vinha a parte de concentração, porque depois de tanto segurar, e com um Vouyer por perto, o negócio tava difícil...

Até que finalmente seu xixi começou a sair...lenta e vagarosamente...

"Ah, que alívio!" ,pensava Sabrina. "Como é bom fazer xixi"!

E não acabava mais de sair xixi, a cachoeira rolando solta e de repente o inesperado aconteceu.

XIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII....PUMMMMMMMMMMMMM...

Não é que no meio do seu fabuloso xixi aparece um peido intrometido sabe-se lá de onde (saber, a gente sabe né???Rs) pra atrapalhar tudo

Oras, se o xixi ele estava ouvindo, afinal estava colado na porta, com certeza o peido ele também ouviu.

*Sabrina com seu jeito patty de ser, só não se jogou descarga abaixo porque o vaso era sujo e feio demais,não combinava com seu modelito....rs

Finalmente acabou. E olhou dos lados procurando pelo papel e nada...(tbém banheiro sujo, ela queria o que? Que o Alfredo levasse o Neve pra ela???)

E do outro lado da porta o love fala: "Ah, esqueci de te dizer que não tem papel" . Caramba, não é que ele tava mesmo vigiando sua "mijadinha de princesa"????

Não tinha mais o que fazer, chacoalhou a periquita (os famosos 3 pulinhos pra secá-la) e levantou a calcinha.

Agora era a hora de encarar o love, e pensou: "Quer saber? O que é um peido pra quem já está cagada mesmo?"

Saiu do banheiro com a cara mais feliz do mundo (leia-se completamente aliviada) e ainda deu um selinho no love!!!

E *Sabrina continua a mesma patty de sempre, mas agora numa versão mais light...rs sem tantas frescuras...rs



Escrito por By Penelope e Charmosa às 15h41
[] [ ] [ envie esta mensagem ]




Agradecemos à Yrianna que gentilmente nos enviou a história que vamos contar hoje! E vc, ta esperando o que pra enviar a sua???

 MULHER NÃO É GALINHA NÃO...OU SERÁ QUE É??? (NESSE CASO NÃO...RS)

 Na década de 60, o Sr. *Pedro era gerente de um banco em uma pequena cidade do interior do Paraná. Devido a sua posição na cidade, ele fez muitos amigos, de fazendeiros até humildes comerciantes e até mesmo colonos. Devido a tantas amizades, o Sr. *Pedro e a Sra. *Rita foram convidados para serem os padrinhos de casamento de um dos filhos de um colono que trabalhava em uma fazenda onde eles sempre passavam férias.

O casamento estava maravilhoso, tinha muita bebida e comida (típico dessas festas em fazenda), música e muito bailado.

O detalhe ficava por conta dos noivos. O noivo tinha pra lá de 1,90m de altura, parecendo mais um "girafo", e a noiva, tadinha, batia a cabeça na cintura dele. Era "homi" pra mais de metro e a noiva muito "mignon", ficava até desproporcional, fora que pra completar eles eram super tímidos, mal se olhavam (até porque era quase impossível ela conseguir enxergá-lo). Até que uma certa hora da noite o pai da noiva bateu palmas e disse: "A festa ta muito das boa mas ta na hora dus noivo se recolhê"! Ocêis podi ficá aproveitano mas os noivu tem qui discansá!"

Yrianna, uma das filhas do Sr.*Pedro e Sra. *Rita não entendeu o que o pai da noiva quis dizer com "si recolhê"...rsrsrs

E a festa continuou até a madrugada e só forma embora depois de tomarem um bom café.

Todos na casa do Sr.*Pedro estavam muito eufóricos por causa do casamento que tinha sido realmente bom.

Lá pelas 7hs da manhã o telefone toca e o Sr. *Pedro dizia: "Mas como isso foi acontecer? A mocinha está passando bem? E o fulano? Ele está machucado também???

Quando Yrianna acordou aquela manhã, deu de cara com os pais dos noivos em sua sala, a mãe da noiva chorando demais e Sra.*Rita falando: "Não vamos falar muito disso agora porque tem gente descalça por aqui" (hj Yrianna sabe que "gente descalça", era quando tinha criança por perto).

Mas afinal o que tinha se passado com os noivos???

Bem, como já dissemos a noiva era pequenina demais lembram? E na hora H, o noivo "girafo" simplesmente arrebentou a pobre moça virgem. A pobrezinha ficou internada por uma semana pra se recuperar e o "girafo" ficou com o bilau todo esfolado pois ele simplesmente transou com a mocinha a noite inteira, sem dar um descanso pra ela.

Sr.*Pedro, tentando apaziguar as coisas foi falar com o noivo e perguntou: "Girafo, você quase matou sua mulher. Você não podia ficar a noite toda fazendo o que você fez, tinha que ir devagarzinho, com carinho. Não é assim que se trata uma mulher não. Você já saiu com outras mulheres?" E o "girafo" respondeu:

"Padinho, ieu nunca andei com muié não, só andava cas galinha lá do meu galinhero, mas elas num ficava duente assim não, feito a minha muié. Eu a vida toda só usava as galinha Padinho."

Diante dessa resposta, Sr.*Pedro todo desconcertado e sem saber o que falar, abaixou a cabeça e saiu pensando: "Melhor seria então que ele tivesse se casado com uma galinha" .

Bem, hoje não se sabe se mais nada deles...A pobrezinha já deve estar refeita da noite mal fadada, mas será que o "Girafo" ainda usa as "galinha"???



Escrito por By Penelope e Charmosa às 12h43
[] [ ] [ envie esta mensagem ]




CRENTE QUE TÁ ABAFANDO...

Estão pensando que nós só íamos contar as histórias dos outros por aqui é???rs Nãnãninãnão...rs

E pra provar que não colocamos "pimenta só nos olhos dos outros" (hehehehe), hoje o mico é todo meu...

Charmosa fala:

Faz um tempão que isso aconteceu, mas nunca esqueci, afinal micos a gente nunca esquece né?

Era meu primeiro emprego com carteira registrada, e eu me sentia super importante! Gente grande!!!!rs

Mas, como todo bom peão eu ia de dois "busão" trabalhar...rs

E certo dia lá estava eu toda "gatinha" no "busão" lotado (que mais parecia lata de sardinha de tanta gente espremida) e ra distrair resolvi pegar meu Walkman que também virava rádio, "made in Paraguai" pra poder passar o tempo.

Eu me achava com aquele walkman que na época Mamis tinha trazido diretamente Del Paraguai...importadíssimo!!!

Adorava (aliás, ainda gosto) de ouvir música com fones de ouvido e com o volume bem alto. E foi o que fiz...

Escolhi a rádio de minha preferência, que se não me engano eu gostava de axé, pagode e sertanejo e to lá com o volumão super alto, chacoalhando minha cabeça (até porque era a única coisa que dava pra eu mexer), totalmente na minha.

Só que eu comecei a reparar que todo mundo olhava pra mim dentro do ônibus, uns comentavam algo (que eu não ouvia), outros um risinho...nem liguei.

Ainda deu uma esvaziada no ônibus, arrumei um lugar no fundo e continuei com minha música nos ouvidos.

E mesmo vazio o ônibus, ainda assim elas continuavam me olhando...

Só fui entender mesmo quando chegou o ponto final e fui guardar meu "walkman/rádio" na bolsa.

Na hora em que tirei os fones dos meus ouvidos eu "se liguei" (como diz um menino que conheço...rs) no movimento...

O "walkman importado" era tão bom, mas tão bom, que mesmo com os fones de ouvidos plugados nele, ainda assim o F.D.P produzia o "efeito rádio".

Ou seja, além da Anta Charmosa aqui ouvir as músicas, o ônibus inteiro ouviu, porque estava com o volume alto...

Meu, que vergonha!!! Sentia meu rosto queimar e desci que nem olhei pra trás...

Depois que passou a vergonha e eu já estava no outro ônibus, aí eu tinha que me segurar pra não ficar rindo sozinha e o pessoal achar que eu era louca...rsrsrs

Depois fiquei pensando com meus botões: PQP, Por que será que ninguém se habilitou a me dar um toque??? Ficaram rindo de mim, e pior, nem pelas costas foi!!! Eu vi tudo e nem "se liguei".

Hoje toda vez que vou ouvir walkman, me certifico antes se o trem só funciona comigo mesmo ou se a galera de Sampa inteira vai ouvir música junto comigo!!!

Beijos meus lindos...e lindas, lógico!!!!



Escrito por By Penelope e Charmosa às 17h10
[] [ ] [ envie esta mensagem ]




A PRESSA É INIMIGA DA PERFEIÇÃO...

Sabadão a noite, *Sabrina, uma amiga e sua sobrinha vão ao supermercado para comprar umas "coisinhas" para a reunião que fariam na casa dela.

Supermercado lotadíssimo, e assim que andou pela primeira prateleira sentiu vontade de fazer xixi.

Procurou o banheiro, deixou a amiga vendo umas coisas e foi com a sobrinha. *Sabrina não faz xixi em lugar estranho sem forrar o assento sanitário com papel higiênico, e foi exatamente isso que fez...xixi básico enquanto conversava com a sobrinha, descarga, lava as mãos e sai apressada do banheiro pra terminar de fazer as compras.

Não acharam tudo que queriam naquele, então resolveram ir a outro supermercado, um pouco menor e mais perto de casa.

E lá estão elas, *Sabrina, amiga e sobrinha comprando fruta, vinhos, petiscos e rindo à toa de tantas besteiras que falavam.

Perceberam que algumas pessoas passavam e ficavam olhando-as, mas *Sabrina pensou: Ulálá...deve estar chamando a atenção...

Finalmente terminam as compras e seguem para o caixa. Até que enfim terminou o martírio de supermercado em pleno sábado a noite, agora é hora da farra!

Chegaram em casa, e *Sabrina na hora que foi abrir o portão sentiu uma "coceirinha" perto do cóccix (quase no fiofó), e quando pôs a mão pra dar aquela coçadinha teve um treco...

O que? Não é possível...caracaaaaaaaaaa (como diz a Penélope). Puta que pariu, não acredito...ela reclamava...

Estava com um tecão de papel higiênico grudado no fiofó!!!!rsrsssrsr

Com certeza aquele mesmo que ela tinha forrado o vaso no primeiro supermercado. E como estava suada, o papel acabou grudando do lado de fora da calça, e ela como estava com pressa (a inimiga da perfeição), nem reparou.

Por isso as pessoas olhavam tanto pra ela...ela achando que estava abafando geral, e estava era desfilando (pagando King Kong) com papel higiênico grudado na bela calçolinha...rs

Caramba, na hora de ajudar ninguém quer, mas na hora de rir da cara dos outros todo mundo gosta...rsrsr

Pois é, depois dessa gafe, desse micão, *Sabrina todas as vezes que usa o banheiro alheio sempre dá uma verificadinha básica pra ver se não ficou nenhum pedaço de papel perdido no fiofó...rs

Ela daria um belo par com o Alfredoooooooooooooo...aquele do papel higiênico Neve...rs

Um Ótimo Final de semana a todos vcs ! Próximo post 26/7

Beijos



Escrito por By Penelope e Charmosa às 11h14
[] [ ] [ envie esta mensagem ]